expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Arrow 1x05 - Damaged


Meus movimentos são friamente calculados.

Spoilers Abaixo


Este episódio de Arrow foi o primeiro que não superou o anterior, não estou dizendo que foi ruim, longe disso. Desde o piloto a série estava numa crescente e nesse apenas manteve o patamar. Mas mesmo assim a série ganhou meu respeito pois respondeu a questões que já estava pensando desde o piloto.

O episódio começa como terminou na semana passada, com a prisão de Oliver sob a acusação de ser o Vigilante. E o que parecia ter sido uma falha, revelou-se na verdade que Oliver orquestrou todos os seus movimentos. Ser filmado com a mala e o capuz, supondo que em algum momento iriam rever aquela fita e assim ele seria acusado. 

Como disse, desde o piloto pensei que todos eram muito idiotas pois Oliver aparece vivo e em seguida aparece um vigilante. Some 2+2, logo eles são a mesma pessoa, então estava um pouco irritada como que ninguém pensava nisso. Mas o próprio Oliver considerou isso, que era questão de tempo para fazerem essa conta e decidiu desde já garantir um álibi. Claro que era óbvio para todos que quem iria ajudá-lo neste ponto seria o Digg, passando-se pelo Vigilante.

Mas enquanto ele estava preso Laurel decidiu enfrentar, novamente, o pai e defender Oliver das acusações. Essa parte eu não entendi bem, jurava que ela fosse procuradora, mas se fosse não poderia estar defendendo Oliver. Quando nada mais pode convencer o detetive Quentin Lance, Oliver decide fazer um polígrafo para provar que está falando a verdade. É claro que ele iria vencer a máquina e vemos como foi que ele aprendeu a ser um tão bom mentiroso.

Na ilha ele é capturado por Edward Fyers, que nem imagino quem seja, apenas que transporta armas ilegais. E ele queria saber onde estava Yao Fei, ou o Arqueiro Velho como costumo chamar. Aparentemente ele era do exército chinês e desertou e agora está sendo procurado por esses homens que para azar de Oliver foi encontrado primeiro. O primeiro teste de polígrafo que ele foi obrigado a ser submetido, mesmo não havendo máquina não havia necessidade, pois ele era um péssimo mentiroso. E assim vimos como ele ganhou mais algumas cicatrizes.

O seu torturador é conhecido das HQ's sob nome de Deathsrokes ou em português O Exterminador. Ele é um mercenário que passou por alguns experimentos, e sua aparência física falta-lhe o olho esquerdo que perdeu quando sua esposa tentou matá-lo. Mas pode-se ver que em Arrow ele possui a vista perfeita e estou achando que pode ser Oliver quem vai deixá-lo caolho. 

Ainda sobre a tortura fiquei impressionada como que Oliver não cedeu e liberou a informação de onde encontrar o Yao Fei. Até mesmo este ficou surpreso e este será a motivação para começar a treiná-lo de verdade. Mas algo não aceito, como que Oliver não pegou nenhuma infecção? Vou partir do pressuposto que o Deathstroke conhece bem anatomia humana e sou onde furá-lo sem atingir nenhum orgão vital. Mas mesmo assim, ser largado numa caverna fechada sangrando? Se não mostrarem ele com no mínimo uma febre no próximo episódio considerarei um furo.

Mas não apenas de Oliver e sua prisão o episódio tratou. Voltamos ao drama da família Queen-Steele. Walter queria saber mais sobre o iate escondido e procurou o chefe de segurança para fazer a pesquisa e este infelizmente acabou morrendo. Por isso o melhor que Walter podia fazer era perguntar diretamente para sua querida esposa Moira. 

Disse na review passada que achava que ela fosse desconversar ou criar uma justificativa fajuta. Mas eis que me surpreendo que ela não nega nada e ainda confessa que existe sim algo de podre na estória e é para ele ficar longe se ama a própria vida. Pena que ela não achou que ele levaria a sugestão tão ao pé da letra e agora ele ficará um bom tempo fora. Acredito que ele não irá desistir, pelo contrário aproveitará que está fora e assim tentar coordenar algo para descobrir do que se trata tudo isso.

Por fim não poderia deixar de falar do casal central: Oliver e Laurel que finalmente cederam, em parte, a atração que sentem. Dá para perceber o quanto que Oliver fica irritado por Laurel pensar tão pouco dele e não suspeitar nem por um segundo que ele possa ser realmente o Vigilante. Por isso acredito que ele mentiu propositalmente na pergunta sobre a prisão, para deixar uma pulga atrás da orelha de Laurel. Ao mesmo tempo que ele tem medo dela descobrir a verdade e rejeitá-lo, ele quer que ela veja o quanto ele mudou, que não mais aquele playboy interessado em festas e mulheres. 

Mas é como o Digg falou para ele no fim, enquanto ele continuar mentindo para as pessoas que ama ele só as fará sofrerem e consequentemente ele também se machuca. Porém ele não tem muita escolha, pois a missão vem em primeiro lugar, até quando que quero saber.

P.S.: Cada vez tenho mais dúvidas sobre a morte de Sarah, a irmã de Laurel. Para mim ela está viva e vai querer vingança.

Próximo Episódio: 14/11 "Legacies"


Um comentário:

  1. Tatiana Seixas Tavares13 de novembro de 2012 15:06

    Cada dia que passa, suas reviews estão ficando mais densas, rsrsrs. Parabéns, sis!


    Eu tenho 3 comentários:
    1) Laurel é advogada de uma pequena firma. No primeiro (ou segundo, Dori?) episodio, a sócia fala algo sobre pagar as contas, que elas precisam de casos maiores e não só caridade, blá,blá,blá...Nada melhor do que defender Oliver Queen!


    2) Eu não estou preocupada com infecção nenhuma. Afinal, aquele "mato" do Velho Arqueiro cura tudo! Acho furo ele não ter ficado mal devido a hemorragia, porque, com aquele tanto de cicatriz que ele tem, ele deve ter sangrado muito!


    3) O que foi aquela cena de beijo, heim? CARACAMALUCO! Só me tira uma duvida: Laurel não estava dando uma chance para o melhor amigo? Em 1 episodio de "namoradinho", já tomou chifre do Oliver?


    Bjs

    ResponderExcluir